ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
DO PROCESSO DE COMPLIANCE

 

O processo de Compliance é liderado pela Comissão Executiva e pelo Comitê de Ética e Compliance.

Além dessas instâncias, sua governança é regida pelo Compliance Officer, Compliance Owner, Agente de Compliance e Dono do Processo. Confira a estrutura abaixo:

COMISSÃO EXECUTIVA

COMITÊ DE ÉTICA E COMPLIANCE

COMPLIANCE OFFICER
(Diretor de Gestão de Riscos, Auditoria e Compliance)

COMPLIANCE OWNER
(Alcance Corporativo-definido um
para cada tema a ser monitorado)

AGENTE DE COMPLIANCE
(Pessoa-chave do Processo com alcance local- UN - definido um ou mais para cada tema a ser monitorado)

DONO DO PROCESSO
(Definido um ou mais para cada área exposta)


Papéis
e responsabilidades:


 

COMISSÃO EXECUTIVA:

Responsável por discutir os principais eventos de Compliance e aprovar a inclusão no plano anual de auditoria interna de revisões para garantir a adequada execução do processo. Responsável também pela aprovação anual do orçamento e pela instituição dos membros do Comitê de Ética e Compliance.


 

COMITÊ DE ÉTICA E COMPLIANCE:

Responsável por avaliar o processo de Compliance, bem como as propostas de melhorias e adaptações.


 

COMPLIANCE OFFICER:

Responsável por supervisionar o processo de Compliance com uma postura independente e objetiva.


 

COMPLIANCE OWNER:

Responsável por monitorar a conformidade dos processos com as leis, regulamentações, políticas e normas internas.


 

AGENTE DE COMPLIANCE:

Responsável por ser o facilitador e o guardião do Processo de Compliance.


 

DONO DO PROCESSO:

Responsável por acompanhar a operação da área no dia-a-dia.